Vacina contra Covid-19 deve ser bem público global, diz Collins

Chefe do NIH cita situação do Brasil em entrevista

0

O chefe dos Institutos Nacionais de Saúde (NIH), Francis Collins, disse, em entrevista à AFP, que se os Estados Unidos forem os primeiros a desenvolverem uma vacina eficaz contra o novo coronavírus, deverão compartilhá-la rapidamente com o mundo, expressando preocupação particular pelos países da África e da América Latina.

“Temos uma grande responsabilidade. Como nação mais rica do mundo, não temos apenas que cuidar de nós mesmos. Isso seria um resultado terrível”, afirmou Collins. “Certamente, se tivéssemos uma vacina que funcionasse, eu gostaria de garantir o mais rápido possível que ela esteja disponível lá na África e na América do Sul. Olhe o Brasil agora”, completou.

Um dos mais avançados projetos experimentais de vacinas do mundo até agora é o da empresa americana de biotecnologia Moderna, que trabalha com os NIH. Os resultados de seus primeiros testes clínicos em um pequeno número de voluntários são promissores.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Fale com a gente