Florida Business – Oportunidade no Mercado Imobiliário na Florida no momento atual

Talita Pinheiro escreve sobre o investimentos na Flórida toda última quarta-feira do mês, às 12h

3

Durante os últimos 3 meses muitos investidores brasileiros e internacionais estiveram analisando as oportunidades de negócio e têm se questionado sobre o que vai acontecer no mercado imobiliário na Florida. O momento de investir é agora?

A resposta é um pouco complexa, pois envolve diversas variáveis. No entanto, posso afirmar que não estamos em uma crise imobiliária como em 2008. Muito pelo contrário. Estamos em um excelente momento para compradores e vendedores, igualmente, com oportunidades em ambas as posições.

O Mercado Imobiliário na Florida, especialmente em Miami, foi erguido com a grande influência dos investidores latinos, principalmente brasileiros. Com o início da pandemia e a instabilidade do Mercado Financeiro, o real se desvalorizou significativamente, gerando uma alta do dólar. A moeda americana chegou a operar na casa dos R$ 6,00, em maio de 2020. Com isso, os donos de imóveis na Florida começaram a vender com preços abaixo do mercado local, pois com o valor remetido de volta ao Brasil os investidores conseguiram manter ou ainda ganhar na variação da taxa cambial.

Clientes que compraram imóveis em 2013 – com o dólar a R$ 2,00 – e venderam na atual cotação ganharam não apenas na valorização da moeda americana, mas também na valorização do imóvel. É notório também que muitos proprietários que tinham sua casa de férias, e que nunca alugavam o seu imóvel, começaram a fazê-lo para manter os custos sendo pagos em dólar, sem a necessidade de remessa financeira para as despesas.

Por outro lado, essa queda significativa nos valores dos imóveis, especialmente apartamentos de médio e alto padrão, tem aquecido muito o mercado local. Isso porque o governo americano criou diversas estratégias para que a economia não fosse drasticamente atingida, inclusive com incentivos para comprar. Os juros para hipoteca estão extremamente baixos em torno de 2,8% ao ano, contra quase 5% no inicio de 2020. Vale lembrar que essas taxas são para residentes americanos. Para estrangeiros os juros chegaram a 6,5% no início da pandemia e atualmente esta em torno de 4,5% com o valor de entrada entre 35% e 40% do valor do imóvel. As taxas podem variar de acordo com o perfil do comprador, valor e tipo de imóvel.

Essas taxas de juros devem permanecer baixas ao longo do ano e há muitas tendências do mercado mostrando bons sinais para compra e venda de imóveis. Com a volta do “new normal” – novo normal – os bancos estão flexibilizando as avaliações dos imóveis, sem necessidade de visitas físicas, os cartórios estão processando os documentos online e o processo de compra e venda tem sido ainda mais simples.

As vendas no Sul da Florida estão tão aquecidas que vem atraindo compradores de diversas partes dos Estados Unidos, principalmente dos estados de Nova Iorque, Nova Jersey e Conneticut. Esses estados foram bastante afetados com a pandemia e as pessoas estão fugindo de lugares aglomerados como Nova Iorque, onde os preços dos imóveis são elevadíssimos, para investir na Florida.

Além disso, existe um fator muito favorável conhecido como “tax shelter” – proteção de imposto. A Florida é um dos poucos estados americanos que não possui a taxa de imposto estadual em imóveis e imposto de renda, e nos últimos anos, devido a uma reestruturação feita pelo presidente Donald Trump, que tem residência fiscal na Florida.

O Mercado Imobiliário pode ser divido em duas situações. Está excelente para os quem quer comprar apartamento, pois os preços estão extremamente atraentes e a taxa de juros baixa. Já os vendedores podem negociar os imóveis com preços mais competitivos e ainda ganhar no câmbio. Para os que possuem casas o estoque de imóveis disponível hoje é baixo em todo o país, o que significa que há menos casas para os compradores escolherem. Ademais, os preços médios de casas estão subindo nacionalmente de US$ 307,800, em 2019, para US$ 320,000, em 2020, o que é 3,8% superior.

Depois do início da quarentena o número de pessoas buscando sair de apartamentos para comprar casas com mais espaço aumentou em 40%. A busca por imóveis com piscina triplicou e a busca por imóveis com mais espaço ao ar livre dobrou, desde o inicio da pandemia.

Em resumo, nos próximos meses e anos haverá muitas mudanças e o momento atual está muito propício para fazer negociações imobiliárias. O governo americano esta focado em manter esse momento para segurar a economia e promover o crescimento local.

Talita Nunes Pinheiro é corretora de imóveis na Flórida (Broker license 3268846). Graduada em Business Administration pela Devry University, com especialização em Sales and Marketing, foi considerada “Top Producer” nos anos de 2018 e 2019, e recebeu o prêmio de MVP (Most Valuable Player) em 2019. Ela também foi considerada a #6 mais influente corretora da Flórida nas redes sociais em 2017 e 2018.

3 Comentários
  1. Tamires Diz

    Parabéns 👏🏻👏🏻👏🏻

  2. Jamaile Reis Diz

    Excelente artigo, boa oportunidade de investimento! Muito bom saber que o mercado do sul da Florida está aquecido!

  3. Marcus M. Diz

    Muito interessante. Adorei saber sobre as novidades do mercado da Florida. Esperarei ansiosa por mais informações!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Fale com a gente