PF deflagra a operação contra desvios de recursos para combate ao Covid-19

0

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quinta-feira (17), a Operação Sufocamento, visando desmantelar um grupo criminoso que atuou nas simulações de dois procedimentos de dispensa de licitação no município de Girau do Ponciano (AL) e em desvios de recursos públicos oriundos do Governo Federal destinados ao enfrentamento da pandemia de Covid-19. Os contratos em análise somam R$ 600 mil, e os desvios, até o momento, somariam R$ 250 mil.

A dispensa de licitação seria para o fornecimento de uma central de gases e respiradores mecânicos, mas uma das empresas contratadas é um comércio de materiais de construção. Os policiais apuraram que uma das empresas seria de propriedade da esposa de um dos agentes públicos com direta e efetiva participação nas contratações e pagamentos sob investigação.

Estão envolvidos na Operação mais de 80 policiais federais e auditores da Controladoria Geral da União, que dão cumprimento simultâneo a 19 Mandados de Busca e Apreensão, nos municípios de Maceió/AL (3), Girau do Ponciano/AL (5), Arapiraca/AL (3), Campo Grande/AL (1), Rio de Janeiro/RJ (4), Belford Roxo/RJ (1) e Alegre/ES (2). O Poder Judiciário determinou ainda o sequestro de bens móveis e imóveis, a proibição de acesso ou frequência a órgão público da Administração Municipal de Girau do Ponciano, a proibição de manter contato entre si, bem como as pessoas que atuem como testemunha na investigação, e a suspensão do exercício de função pública.

De acordo com o que foi apurado, há robustos indícios da ocorrência dos crimes de desvios de recursos públicos federais, ilícitas dispensas de licitações e lavagem de dinheiro , cujas penas máximas somadas totalizam 27 anos de prisão.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Fale com a gente