João Marcelo diz que abertura de CPI é manobra política

0

O deputado estadual João Marcelo (PTC) se posicionou contrário ao pedido de instauração de uma CPI para investigar a gestão da aplicação dos recursos destinados ao combate do Covid-19 por parte do Governo de Sergipe, bem como as ações realizadas. O parlamentar ressaltou que não é contra qualquer tipo de investigação, mas diante do cenário pandêmico, este não seria o melhor momento para abertura da CPI.

“Neste momento o importante é que a gente cuide das pessoas, buscando meios que amenizem o sofrimento dos sergipanos. Estamos perdendo familiares e amigos que amamos. Por isso, é importante utilizarmos as nossas possibilidades e oportunidades para criar projetos de Lei que ajudem no combate à pandemia”, afirmou João Marcelo.

Para o parlamentar, não é prudente politizar a situação e instalar uma crise sobre outra crise. “A população sergipana não precisa de mais medo e polêmica. Não podemos aceitar uma manobra política e partidária. Digo isso porque dos atuais 24 deputados que compõem a Alese, somente três que integram o mesmo partido assinaram a possibilidade de instalação desta CPI. Nem os demais parlamentares que integram a oposição concordaram que este seja o melhor momento”, salientou.

O deputado destacou ser a favor que, em outro momento, as investigações ocorram e que também sejam feitas no âmbito municipal. “Para identificar possíveis irregularidades no uso dos recursos voltados ao combate do Coronavírus por parte dos prefeitos”, enfatizou.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Fale com a gente