Alexandre de Moraes pediu a PGR minha prisão preventiva, diz Sara Winter

Ativista publicou a mensagem no Twitter durante a madrugada desta quinta-feira (28)

0

Ex-feminista e ex-líder do Movimento Femen no Brasil, Sara Winter foi da água para o vinho – ou vice-versa – tornando-se uma da maiores referências do conservadorismo no Brasil. Atualmente, segundo o seu próprio site, atua como consultora particular no Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, sob o comando de Damares Alves.

Nesta quarta-feira (27), Winter foi alvo de um mandado de busca e apreensão expedido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, dentro do Inquérito 4.781, que investiga, entre outras coisas, a disseminação de fake news. Após a ação da Polícia Federal, a ativista publicou um vídeo nas redes sociais com ataques diretos ao ministro Moraes.

“Se eu pudesse, eu já estava na porta da casa dele convidando ele para trocar soco comigo. Juro por Deus, essa é minha vontade, eu queria trocar soco com esse filho da puta, com esse arrombado. Infelizmente eu não posso, ele mora lá em São Paulo, né? Pois você me aguarde, Alexandre de Moraes, o senhor nunca mais vai ter paz”, ameaçou Winter. “A gente vai descobrir os lugares que o senhor frequenta, quem são as empregadas domésticas que trabalham para o senhor. A gente vai descobrir tudo da sua vida. Até o senhor pedir para sair. Hoje o senhor tomou a pior decisão da vida do senhor”, continuou.

Os ataques não pararam por aí. Horas depois, a ativista gravou um novo vídeo com mais xingamentos direcionados ao ministro do Supremo.  “Os verdadeiros democratas somos nós, nós que estamos lutando pela tripartição do poder. Isso aqui é tripartição? Se isso aqui for tripartição, pega essa tripartição e enfia no seu cu, Alexandre de Moraes. Seu filho da puta, arrombado do caralho. Seu merda. Manda me prender, seu merda. Covarde do caralho. Nem homem você é, vou te ensinar a virar homem. Nem isso você é. Sua mãe deve ter vergonha de você”, bradou Winter.

Durante a madrugada a ativista informou no Twitter que o ministro pediu sua prisão preventiva a Procuradoria-Geral da República. “Como conseguir dormir? Alexandre de Moraes pediu a PGR minha prisão preventiva. Muito provavelmente acordarei com a PF chutando minha porta de novo. O que eu vou dizer pro meu filho de 4 anos, se a polícia me levar? Se resta um pingo de democracia nesse país isso não acontecerá!”, escreveu.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Fale com a gente