Polícia do Rio prende mais um acusado de envolvimento na morte de Marielle Franco

0

Apontado como cúmplice do sargento da reserva da Polícia Militar Ronnie Lessa, acusado de matar a vereadora Marielle Franco (PSOL) e o motorista Anderson Gomes, o cabo do Corpo de Bombeiros Maxwell Simões Corrêa, o Suel, foi preso, na manhã desta quarta-feira (10), informou O Globo. A prisão foi decretada pelo juiz Carlos Eduardo Carvalho de Figueiredo, da 19ª Vara Criminal.

Seul foi localizado em um condomínio no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. De acordo com os investigadores, o bombeiro é acusado de ter cedido um carro para a quadrilha de Lessa esconder as armas por uma noite, logo após a prisão do sargento, antes de um de seus comparsas, Josinaldo Freitas, o Djaca, recolhê-las e jogá-las no mar para evitar a apreensão.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Fale com a gente