Polícia Federal deflagra operação contra fraudes a benefícios previdenciários

0

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (23), a Operação Senha Forte, que visa desarticular grupo criminoso que fraudava benefícios previdenciários em diversos Estados do Brasil, causando grande lesão aos cofres públicos. A Operação contou com o auxílio da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

As investigações aprontaram que o grupo criminoso promovia a inclusão fraudulenta de dependentes/curadores fictícios nos sistemas do INSS com vistas a levantamento de valores indevidos. Tudo começou com a prisão em flagrante de falsos dependentes/curadores, na cidade de Feira de Santana (BA), em maio de 2020, no momento em que tentavam sacar cerca de R$ 80 mil, referente a um benefício manipulado.

Foram cumpridas 6 medidas judiciais, dentre elas, 3 mandados de busca e apreensão e 3 mandados de prisão temporária, nas cidades de Guarulhos (SP), Ferraz de Vasconcelos (SP) e São Paulo (SP), tendo como alvo pessoas que tinham por função arregimentar os falsos dependentes/curadores nos Estados.

O valor do prejuízo estimado já supera a ordem de R$ 31 milhões, relacionados a mais de 100 benefícios previdenciários suspeitos. Os números devem aumentar com o avançar das investigações.

Os envolvidos responderão por diversos crimes, dentre eles associação criminosa, estelionato previdenciário e inserção de dados falsos em sistemas de informações, com penas que, se somadas, podem chegar a mais de 30 anos de prisão.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Fale com a gente