Reforma do Hospital Infantil será entregue em novembro

0

O Hospital Infantil Lucídio Portella (HILP) realiza uma série de reformas em sua estrutura física. Mesmo sendo a unidade de referência para o tratamento de criança com a Covid-19 no Piauí, contando hoje com nove pacientes nos leitos de UTI, a unidade de saúde mantém as obras em ritmo acelerado, com previsão de entrega para novembro de 2020.

“Estamos realizando uma readequação de toda a estrutura do HILP. Os recursos são parte de emendas parlamentares, parte do Tesouro Estadual, o que vai nos possibilitar entregar um novo hospital para a população piauiense. Essa restruturação é fundamental, já que a unidade é referência em pediatria no estado. A Secretaria da Saúde está voltada para agilizar o andamento dessas obras a fim de trazer um atendimento de mais qualidade para nossas crianças”, afirma o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto.

Com a reforma, a unidade passará a contar com 20 novos leitos clínicos, 18 consultórios, seis leitos de cuidados intermediários e 20 novos leitos de terapia intensiva. “As obras ficaram paradas no período em que o governo determinou a suspensão das atividades da construção civil devido à pandemia do novo coronavírus e foram retomadas assim que tivemos a liberação. Temos uma dificuldade na execução, pois o hospital está em pleno funcionamento nas alas de internação, já que somos referência no tratamento de criança com Covid-19 para todo o Piauí, mas isso não vai nos impedir de entregar toda reforma em novembro deste ano”, assegura o diretor do hospital, Vinícius Pontes.

Outras obras que estão sendo executada no Hospital Infantil Lucídio Portella são a adequação de enfermarias, da parte elétrica e hidráulica, adaptações solicitadas pelo Corpo de Bombeiros e a ampliação do centro cirúrgico.

“Serão duas novas salas para cirurgias que vão aumentar a capacidade de atendimento do hospital. Restruturação do setor de radiologia central de materiais e local de repouso dos servidores. Também estamos realizando as readequações solicitadas pelo Corpo de Bombeiros. Até novembro teremos um novo Hospital Infantil com capacidade bem maior de assistência”, pontua o diretor.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Fale com a gente