Em cenário indefinido, Capitão Azevedo lidera corrida eleitoral em Itabuna (BA), diz pesquisa

0

O site Bahia Notícias/Séculus Análise e Pesquisa divulgou, nesta terça-feira (8), um levantamento sobre o cenário eleitoral de Itabuna, no sul da Bahia. A pesquisa, registrada no TSE sob o número BA-00235/2020, entrevistou 599 pessoas entre os dias 31 de agosto de 1 de setembro de 2020. O grau de confiança é de 95% e a margem de erro máxima estimada é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos.

No cenário estimulado, o ex-prefeito Capitão Azevedo (PL) lidera com 26,47%. Ele é seguido pelo ex-deputado Augusto Castro (PSD), com 20,27%; o ex-prefeito Dr. Mangabeira (PDT), com 10,22%; o ex-prefeito Geraldo Simões (PT), com 8,04%; e Dr. Isaac Nery (Avante), com 3,18%.

Empatados com 2,68%, aparecem o vereador Enderson Guinho (Cidadania) e Som Gomes (Republicanos). Mais abaixo estão o ex-prefeito Vane do Renascer (PROS), com 2,18%; a vereadora Charliane Souza (MDB), com 1,34%, o Professor Max (PSOL), com 1,17%; e o Júnior Brandão (REDE), com 0,84%. Não souberam responder 10,22% dos entrevistados. Nulos e brancos somaram 9,88%. Já 0,84% preferiram não opinar.

Rejeição

As maiores rejeições se concentraram nos ex-prefeitos Dr. Mangabeira (11,06%), Vane do Renascer (11,06%), Capitão Azevedo (9,21%) e Geraldo Simões (8,88%). Em segundo lugar nas intenções de voto, Augusto Castro registrou uma das menores rejeições, com 3,02%. Outros 16,75% disseram que jamais votariam em nenhum dos candidatos. 13,90% não souberam responder e 2,51% não opinaram.

Avaliação

O prefeito Fernando Gomes (PTC) ficou de fora do levantamento porque só decidiu tentar a reeleição após o levantamento ter sido iniciado. No entanto, a gestão foi considerada ruim/péssima para 50,93% pelos entrevistados. Outros 29,82% consideraram o governo regular. A gestão foi aprovada por 18,09%. Não opinaram 1,17% dos entrevistados.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Fale com a gente