TCM condena prefeito de Ilhéus a ressarcir R$ 1,6 milhão ao município

0

Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios julgaram procedente as conclusões contidas em relatório de auditoria realizada por técnicos do TCM na Prefeitura de Ilhéus, que apontou irregularidades em processos licitatórios destinados à execução de obras e serviços de engenharia, bem como a ocorrência de superfaturamento em despesas com limpeza pública, no exercício de 2017. A decisão foi proferida nesta terça-feira (21).

O conselheiro José Alfredo Rocha Dias, relator do processo, determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual contra o prefeito Dr. Mário Alexandre (PSD), para que seja apurada a prática de ato de improbidade administrativa, diante da gravidade dos fatos identificados na auditoria.

Dr. Mário Alexandre ainda terá que ressarcir R$ 1.656.585,98 aos cofres municipais, com recursos pessoais. O valor corresponde ao sobrepreço no processo licitatório que teve por objeto a prestação de serviços de “coleta e transporte de resíduos sólidos urbanos, domiciliares e comerciais, utilizando caminhões compactadores e respectiva guarnição”. O gestor também foi multado em R$ 50 mil. A decisão cabe recurso.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Fale com a gente